Maya, a cadela que espera há quatro dias pela dona à porta do hospital

Sandra Iniesta regressava de férias quando teve de ser internada. Cadela não sai da porta do hospital desde domingo

Foi no passado domingo, quando regressava a Granada com o pai depois de umas férias em Barcelona, que Sandra Iniesta se sentiu indisposta. Passavam por Elda, em Alicante, e viram-se obrigados a parar o automóvel no hospital da localidade para que a jovem de 22 anos fosse assistida.

Depois de observada pelos médicos, Sandra teve de ser encaminhada para o bloco operatório: foi-lhe diagnosticada uma apendicite e foi necessária intervenção cirúrgica. Ficou internada, sempre com o pai a dar-lhe apoio. Com os dois, viajava também a cadela Maya, da raça Akita Inu, que desde domingo - dia em que a família chegou ao hospital - se recusa a sair da porta do edifício, sempre à espera que a dona saia para poderem seguir caminho. Concede apenas em breves passeios com o pai de Sandra; de resto, recusa-se a abandonar o posto, ainda que os funcionários do hospital se tenham disponibilizado para lhe dar abrigo temporário.

Foi o próprio hospital que deu a conhecer a história de Maya, agora alimentada e cuidada pelos funcionários, que admiram a lealdade do animal. Na página de Facebook do Hospital Universitário de Elda, foi colocada uma fotografia da cadela, descrita como uma "visita muito especial", que aguarda que "a dona se restabeleça". "Ainda que a lealdade seja característica desta raça, surpreendeu-nos a todos".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG