Incêndio em Monchique dado como extinto

O fogo que começou a lavrar ao princípio da tarde de sábado em Monchique e que passou para o concelho de Portimão foi dado como dominado às 07:15 de hoje, mantendo-se ainda 451 operacionais no terreno, 155 veículos e oito máquinas de arrasto.

O incêndio que lavrou nos concelhos de Monchique e Portimão e que alcançou duas frentes ativas foi dado com extinto ao início da manhã deste domingo.

Fonte oficial do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro disse esta manhã à Lusa que foram iniciadas as operações de rescaldo e de consolidação e que, devido às condições meteorológicas, os meios aéreos vão continuar de prevenção.

No balanço efetuado pelas 07:30, a mesma fonte adiantou que durante a noite não foi necessário proceder a quaisquer evacuações ou cortes de estradas, depois de durante a tarde de sábado terem sido retiradas 30 pessoas das suas habitações (incluindo os utentes de um lar não licenciado).

O incêndio começou na zona do Tojeiro, freguesia de Marmelete, concelho de Monchique, com o alerta a ser dado cerca das 13:30 de sábado. Devido ao vento, o fogo passou para o concelho de Portimão, na freguesia da Mexilhoeira Grande, durante a tarde de sábado.

Neste momento, ainda não existe uma quantificação da área ardida, o comandante revelou que o incêndio atingiu "logo no início uma dimensão significativa", consequência do quadro meteorológico no local, e a sua dimensão obrigou a uma "dispersão dos meios no terreno" com um "reforço significativo" ao longo do dia.

O vento foi o maior desafio dos operacionais, já que apresentava diferentes intensidades e direções, o que obrigou a "constantes ajustes na dinâmica do combate ao incêndio".

Até ao momento foram retiradas das suas habitações 30 pessoas na zona da Aldeia da Pereira, 12 delas alojadas numa estrutura residencial para pessoas idosas não licenciadas e que foram encaminhadas para uma zona de apoio criada no Portimão Arena.

O responsável pela Guarda Nacional Republicana (GNR) informou na conferência de imprensa realizada no sábado que irá ser feito o levantamento dos prejuízos nas habitações, contabilizando-se até ao momento apenas um barracão e algumas viaturas em fim de vida.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG