Mãe da criança colhida mortalmente por comboio libertada

Mulher de 23 anos ficou com termo de identidade e residência

A mãe do menino de dois anos e meio que ontem morreu atropelado por um comboio, na Guarda, foi libertada depois de presente a tribunal, avança o Jornal de Notícias. A mulher, de 23 anos, fora detida pela Polícia Judiciária por suspeita do crime de exposição ou abandono, agravado pelo resultado da morte. Ficou com termo de identidade e residência, a medida de coação mais leve.

A criança foi colhida mortalmente por um comboio de passageiros, pelas 13:30 de quinta-feira, próximo do apeadeiro de Sobral da Serra, na Guarda.

O acidente ocorreu na Linha da Beira Alta, tendo a criança sido atropelada pelo comboio Intercidades que saiu da Guarda e tinha como destino Lisboa.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda anunciou hoje em comunicado que identificou e deteve a mãe da criança.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG