Juntou-se ao marido no abuso a irmã deficiente

Casal abusou de jovem de 18 anos, em Fronteira, distrito de Portalegre

Um casal residente no concelho de Fronteira (distrito de Portalegre) foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita de ter abusado sexualmente da própria irmã da mulher. Uma jovem de 18 anos, incapaz de oferecer resistência por sofrer de uma deficiência cognitiva profunda, terá ido passar um fim de semana com os familiares há cerca de dois meses, tendo conseguido revelar recentemente os abusos de que fora vítima nos dias 12 e 13 de março.

O homem tem 52 anos e a mulher 35, tratando-se de um casal "algo disfuncional", segundo a definição da própria PJ. Os dois suspeitos vivem em união de facto há vários anos na vila de Fronteira, onde os abusos cometidos terão apanhado os habitantes de surpresa.

Uma moradora, que afirma conhecer o casal, revelou telefonicamente ao DN ter conhecimento de que a irmã recebia a jovem algumas vezes na sua casa e que "seria para tratar dela". A jovem estará institucionalizada. "Pelo menos eu pensava que a tratava bem, mas agora esta notícia é um choque para todos", acrescenta a mesma fonte, que reclama anonimato para corroborar a versão da PJ sobre a alegada "disfuncionalidade" do casal. "Mas daí a abusarem da miúda vai um grande passo", sustenta a moradora.

Foi a própria vítima que "verbalizou" a alguém da sua confiança alguns detalhes do crime de que foi alvo, tendo uma queixa sido apresentada de seguida no Ministério Público, estando a investigação da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo da PJ já concluída. Presentes a primeiro interrogatório judicial, os suspeitos ficaram em liberdade, mas sujeitos à proibição de contactos com a jovem e a apresentações semanais no posto policial da área da residência.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG