Investigadores da Católica no top mundial dos mais citados

Ranking elaborado pela Universidade de Stanford (EUA)

A Universidade Católica Portuguesa (UCP) tem oito cientistas no Top mundial de investigadores mais citados em 2020, segundo o ranking "World"s Top 2% Scientists 2021", elaborado pela Universidade de Stanford (EUA), anunciou esta segunda-feira a instituição.

Da Escola Superior de Biotecnologia constam as investigadoras Célia Manaia e Paula Teixeira na área da Biomedicina; a investigadora Manuela Pintado na área da Agricultura, Pescas e Floresta; o investigador João C. Fernandes em Medicina Clinica; e a investigadora Marta W.Vasconcelos em Biologia. Das áreas de Economia e Gestão são destacados os investigadores Rui Sousa, da Católica Porto Business School e Ilídio Barreto, da Católica Lisbon - School of Business and Economics. Da área da Saúde Pública e Serviços de Saúde consta a investigadora Sílvia Caldeira, do Instituto de Ciências da Saúde.

De referir que dos oito investigadores da UCP que constam no relatório, três são também destacados pelo impacto gerado para a ciência ao longo da sua carreira. São eles os investigadores:Célia Manaia, João C. Fernandes e Manuela Pintado.
"Para a Universidade Católica Portuguesa este resultado é o reconhecimento internacional da elevada qualidade da produção científica e excelência dos seus investigadores," destaca Isabel Capeloa Gil, Reitora da Universidade Católica Portuguesa, citada em comunicado.

O documento com os resultados de mais de 190 mil cientistas de todo o mundo, de 22 áreas e 176 disciplinas, apresenta a lista dos investigadores cujos trabalhos publicados mais contribuíram para o progresso nas suas respetivas áreas e que mais influenciaram a produção científica de outros investigadores. O estudo pode ser consultado aqui

Mais Notícias

Outras Notícias GMG