Fogo na Sertã é o único ativo. Nove meios aéreos no combate

Às 09:00 já não havia qualquer estrada cortada e não existia qualquer situação mais crítica

O único incêndio ativo a preocupar as autoridades era às 09:00 o da Sertã, distrito de Castelo Branco, que àquela hora era combatido por 731 operacionais apoiados por 234 veículos e nove meios aéreos, dois dos quais espanhóis.

De acordo com Patrícia Gaspar da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), as condições meteorológicas para hoje devem continuar a ser desfavoráveis para os incêndios, sobretudo devido ao vento, motivo pelo qual foi decidido manter todo o dispositivo no terreno, mesmo nos incêndios já dominados, como o de Gavião (Portalegre) e Vila Flor (Bragança).

Às 09:00 já não havia qualquer estrada cortada e não existia qualquer situação mais crítica, de acordo com a mesma fonte.

Por prevenção há um dispositivo do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) no Centro de Meios Aéreos em Proença-a-Nova, constituído por uma viatura médica, uma viatura de suporte imediato de vida (SIV) e quatro ambulâncias.

De acordo com a mesma fonte foram acionados acordos com seis pelotões militares para operações de rescaldo e vigilância após incêndio, para evitar eventuais reacendimentos.

Durante o fim de semana foram retiradas dez pessoas das suas habitações, que, no entanto, já regressaram ou estão a regressar.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG