Humorista Dieudonné vai preso dois meses por antissemitismo

Além da pena de prisão efetiva, Dieudonné tem ainda que pagar uma multa de 9 mil euros

O humorista francês Dieudonné foi hoje condenado a dois meses de prisão efetiva e uma multa de 9.000 euros, por antissemitismo e incitação ao ódio, anunciou um advogado que representava as organizações judaicas da Bélgica.

De acordo com o advogado Eric Lemmens, o tribunal correcional de Liège considerou provadas todas as acusações imputadas a Dieudonné Mbala Mbala, que, num espetáculo dado em março de 2012 na zona de Liège, perante mais de um milhar de pessoas, e gravado pela polícia, proferiu uma série de declarações consideradas discriminatórias, antissemitas e negacionistas, bem como de incitação ao ódio e à violência.

Dieudonné foi ainda condenado a pagar a publicação da sentença do tribunal em dois dos principais jornais belgas francófonos, o Le Soir e o La Libre Belgique.

A carreira de Dieudonné tem sido marcada pela polémica, face a muitas intervenções julgadas antissemitas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG