GNR encerra estabelecimento em Almada onde decorria festa com 200 pessoas

Além dos autos de contraordenação foram ainda apreendidas 13 botijas de óxido nitroso, tendo uma pessoa sido detida por condução sem habilitação legal.

A Guarda Nacional Republicana encerrou este sábado um estabelecimento comercial, no concelho de Almada, onde estava a decorrer uma festa com cerca de 200 pessoas, em incumprimento com as medidas em vigor devido à pandemia de covid-19.

Em comunicado, a GNR refere que os militares deslocaram-se ao estabelecimento comercial no concelho de Almada na sequência de uma denúncia que relatava a existência de uma festa.

"Os militares da Guarda deslocaram-se para o local para cessar a festa que estava a decorrer, verificando que se encontravam cerca de 200 pessoas no estabelecimento que não estavam a cumprir as medidas vigentes no âmbito da pandemia de covid-19", refere aquela força.

Segundo a corporação, o estabelecimento foi encerrado pelos militares da GNR que elaboraram os respetivos autos de contraordenação, além de terem apreendido 13 botijas de óxido nitroso e detido uma pessoa por condução sem habilitação legal.

A GNR refere ainda que esta ação contou com o reforço do Destacamento de Intervenção de Setúbal e da Unidade de Intervenção e garante que "foi utilizada a força estritamente necessária para garantir a segurança dos militares e o controlo da situação".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG