Fogo em loja em Salvaterra de Magos praticamente extinto, 40 pessoas retiradas

A existência de "muito material combustível" forçou à evacuação dos 12 apartamentos do prédio onde se encontrava esta loja

O incêndio que eclodiu hoje numa loja no centro de Salvaterra de Magos situada num prédio de habitação está praticamente extinto mas obrigou à retirada de 28 inquilinos, disse à Lusa o presidente da Câmara Municipal.

Os bombeiros, como medida de precaução, também retiraram 12 pessoas de um pequeno lar situado nas proximidades, prevendo-se o regresso dos idosos às instalações ainda hoje.

"O fogo começou cerca das 16:00 num armazém a apoio a uma loja de chinês, os bombeiros agiram rapidamente e foram mobilizadas 35 viaturas, incluindo da GNR e 98 operacionais", precisou em declarações à Lusa, feitas por telefone, Hélder Esménio, presidente da Câmara municipal de Salvaterra de Magos.

A existência de "muito material combustível" forçou à evacuação dos 12 apartamentos do prédio onde se encontrava esta loja, num total de 28 pessoas, informou.

"Aparentemente o fogo não passou aos pisos de habitação, os bombeiros estão a tentar apaga-lo integralmente, e depois será efetuada uma vistoria ao prédio", da qual depende o regresso das pessoas às suas casas, acrescentou o responsável camarário.

Hélder Esménio revelou que a loja foi totalmente destruída pelo fogo, mas apenas se registaram feridos. "Um bombeiro foi assistido por inalação de fumos e outra pessoa por uma situação de 'stress', mas tudo muito leve", assinalou.

Antes, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) tinha referido à Lusa que o incêndio "num edifício de três andares" tinha forçado à retirada dos moradores.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG