Exames adiados para julho e setembro. Duas provas de aferição canceladas

Primeira fase de exames adiada de junho para julho e segunda de julho para setembro. Provas de aferição de Educação Física e de Expressões Artísticas canceladas

O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, anunciou esta sexta-feira em entrevista à Rádio Renascença que a primeira fase de exames vai acontecer em julho, em vez de junho, enquanto a segunda vai decorrer em setembro (e não em julho).

O governante anunciou ainda no programa As Três da Manhã que as provas de aferição de Educação Física e de Expressões Artísticas foram canceladas. "Essas sim, foi decidido não realizar neste momento, também porque se iriam realizar em maio - são as que se realizam mais próximo do momento onde estão - e também pela partilha de elementos e por todas as questões que conhecemos", afirmou.

Estas alterações devem-se à pausa obrigatória de 15 dias decretada em janeiro, numa altura em que a terceira vaga da pandemia de covid-19 continuava a crescer exponencialmente em Portugal.

Quanto às restantes disciplinas, Tiago Brandão Rodrigues diz ser cedo para tomar decisões, devido à falta de elementos que permitam inequivocamente "condicionar esta ou aquela opção". "Por agora, o que fizemos foi uma uma transposição do horário", frisou, prometendo tomar decisões em "momento oportuno".

O novo calendário escolar é publicado nesta sexta-feira.

Os alunos do 1.º ao 12.º ano retomaram esta segunda-feira as atividades letivas, mas longe das escolas, regressando das férias antecipadas para o já conhecido ensino a distância que marcou o final do ano letivo passado.

No total, são cerca de 1,2 milhões de alunos que voltaram a ser obrigados a trocar, por tempo indefinido, as salas de aula pelas suas casas, quase um ano depois de, em março, o Governo ter encerrado as escolas e implementado o ensino a distância para conter a pandemia de covid-19.

Se no ano passado o novo regime surpreendeu a comunidade educativa, desta vez já se previa essa possibilidade quando, há duas semanas, se anteciparam as férias e suspenderam as aulas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG