Estudantes inventam luvas que traduzem língua gestual

O protótipo ainda só faz a tradução da língua inglesa

Dois estudantes da Universidade de Washington criaram umas luvas capazes de fazer tradução de língua gestual. Para já, o modelo ainda só consegue traduzir os gestos da língua gestual americana para inglês, mas o ponto de partida para a ferramenta está dado.

As luvas SignAloud têm uns sensores que detetam os movimentos das mãos e que os enviam através de Bluetooth para um computador. Este, por sua vez, faz a correspondência entre o gesto e o som, repetindo de seguida com a sua voz de computador aquilo que acabou de decifrar.

Esta não é a primeira vez que uma tecnologia destas é desenvolvida. No entanto, alegam os inventores Thomas Pryor e Navid Azodi, esta é mais prática. "As nossas luvas são leves, compactas e usadas nas mãos, mas ergonómicas o suficiente para serem usadas como acessório todos os dias, como um aparelho auditivo ou lentes de contacto", diz o primeiro no jornal da universidade.

Os dois universitários ganharam um prémio de 10 mil dólares graças a esta tecnologia

Segundo a Associação Portuguesa de Surdos "as várias línguas gestuais do mundo inteiro possuem gramáticas complexas e expressões 'literárias' diversas".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG