Dois detidos por suspeita de vários crimes de abuso sexual de menores

Na sequência da investigação, a PJ recolheu vários elementos de prova, tendo sido apreendidos vários ficheiros contendo gravações de teor pornográfico.

Dois homens, de 31 e 56 anos, foram identificados e detidos por fortes indícios de vários crimes de abuso sexual de menores, informou esta quinta-feira a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a Direção Nacional da PJ adiantou que, através da Diretoria do Sul, identificou e deteve um homem, de 31 anos, por fortes indícios da prática de vários crimes de abuso sexual de crianças agravado, cometidos sobre uma menor do seu círculo familiar.

As agressões sexuais sucederam em períodos distintos, ocorrendo os abusos que visaram uma menor de 11 anos no final de 2020 e início de 2021.

Na sequência da investigação, a PJ recolheu vários elementos de prova, tendo sido apreendidos vários ficheiros contendo gravações de teor pornográfico.

"As agressões sexuais verificavam-se sempre em ambiente totalmente controlado pelo ora detido, quer na residência daquele, quer na residência da menor e sempre em ocasiões em que se encontravam sozinhos", indica a PJ.

O detido foi presente às autoridades judiciárias, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Também em comunicado, a PJ adianta ter, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, identificado e detido um homem de 56 anos por fortes indícios da prática de vários crimes de abuso sexual de crianças, na sua forma agravada, sobre uma menina de nove anos.

"As diligências policiais realizadas permitiram apurar que o suspeito, que residia na casa da avó da criança, aproveitava a proximidade física com a vítima para a molestar sexualmente", é referido na nota.

O homem, que tem antecedentes criminais por tráfico de estupefacientes, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG