Diana é filha de pais nepaleses e a primeira bebé do ano em Lisboa

Nasceu exatamente à meia-noite na Maternidade Alfredo da Costa, onde pais, médicos e enfermeiros celebraram a chegada da primeira criança do distrito em 2022.

Sorrisos, festejos e muita felicidade foram os ingredientes principais desta madrugada na Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa, onde nasceu aquela que é, oficialmente, a primeira bebé do ano no distrito. Chama-se Diana, é saudável e o parto correu dentro da normalidade. "Nasceu à meia-noite, tem 2,580 quilogramas e é uma menina", confirmou ao DN a médica obstetra Ana Isabel Machado, que adiantou ainda tratar-se de uma criança filha de pais nepaleses a residir em Portugal. Através de uma parceria entre o Diário de Notícias e o Continente, que premeia o primeiro bebé a nascer no distrito de Lisboa em 2022, os pais serão presenteados com um cheque-prenda no valor de 250 euros que poderá ser utilizado na rede de supermercados.

O nascimento da pequena Diana aconteceu ao som do lançamento de fogo de artifício que pintou o céu da cidade ao bater da meia-noite, celebrando a chegada de um novo ano e, ainda que involuntariamente, um novo ciclo para a família Kandel. "Sabíamos que ela podia nascer por esta altura, mas não sabíamos quando. Fiquei muito contente quando a enfermeira me disse que ela tinha nascido mesmo à meia-noite", conta, emocionada, a mãe, Astha Kandel, de 32 anos.

Oriunda do Nepal, Astha e a família vivem há cinco anos em Portugal, país onde escolheram criar Diana e o irmão de seis anos. Apesar de tudo ter corrido dentro da normalidade, o hospital confirma que "a mãe testou positivo à covid-19 já depois do parto", mas que tanto a mãe como a bebé estão bem e sem qualquer sintoma. Questionada sobre quando poderá regressar a casa, Astha Kandel esclarece que "os médicos disseram que posso voltar na segunda-feira". "Eu estou bem, sinto-me bem e a bebé também. Correu tudo muito bem, o parto foi normal e as enfermeiras ajudaram-me imenso", acrescenta.

O início do novo ano não podia ter arrancado de melhor forma para esta família de imigrantes, que não só deu as boas-vindas a um novo membro, como recebeu ainda um cheque-prenda no valor de 250 euros. Esta oferta resulta de uma parceria entre o Diário de Notícias e o Continente, que quiseram premiar o primeiro bebé do ano a nascer no distrito de Lisboa. O prémio poderá ser utilizado na compra de produtos da gama própria destinada a bebés, como bens alimentares ou fraldas, e será, garante a mãe, uma ajuda para os primeiros meses de vida de Diana. "Estou muito contente", afirma.

Diana junta-se assim à lista das primeiras crianças a nascer em Portugal em 2022, que conta com Martim Ferreira (00h01 em Abrantes), Maria Ventosa (00h02 em Viana do Castelo) e Ivana Pereira (00h46 no Porto), entre outros. Recorde-se que o país enfrenta, há várias décadas, um problema crescente com a baixa taxa de natalidade, que bateu recordes no primeiro semestre de 2021. Durante este período nasceram apenas 37.700 bebés, o valor mais baixo dos últimos 30 anos, de acordo com dados do Instituto Nacional Ricardo Jorge.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG