Dezenas de pessoas sem precauções em festa ilegal num bar no Porto

Dirigente do PSD denuncia caso em bar na baixa do Porto. Responsável pelo bar diz que imagens são antigas

O dirigente do PSD, Miguel Marques-Pinto denunciou no Facebook uma festa ilegal, em que várias pessoas circulavam sem precauções, que decorreu esta sexta-feira num bar do Porto.

O presidente de mesa do Núcleo Litoral do Porto do PSD foi ao bar assistir ao jogo entre o FC Porto e o Famalicão e deu de caras com um cenário nada recomendado em tempos de pandemia. "Encontrei lugar mal entrei, o jogo começou. Sentia-me bem, sentia-me seguro, embora duas pessoas circularam por mim sem máscara, foram advertidas para que isso não acontecesse. Fui à casa de banho no segundo piso, onde me deparei com uma realidade antónima a onde estava. Aí circulava-se sem máscara, fumava-se onde se queria, grupos de mais de dez pessoas falavam sem medidas de precaução como se o país nesse dia não tivesse batido um novo recorde de mais de 10 000 novos casos de covid-19", começou por escrever.

"Não obstante, dei por mim que havia um 3.º andar, onde uma festa clandestina decorria. O meu mundo parou, a realidade para que todos nós cumpridores, contra e para controlo, da pandemia, foi arrebatada. Vi mais de uma centena de pessoas e NINGUÉM com mascara, ninguém com distanciamento físico", acrescentou o dirigente político, que registou imagens.

De acordo com o JN, o bar em causa é o Adega Sports Bar, na baixa do Porto, que em outubro foi associado a uma festa realizada durante a pandemia e como possível foco de infeção de estudantes Erasmus.

No entanto, uma das responsáveis pelo espaço disse ao jornal que "o bar não realiza festas", alegando que "as imagens serão antigas".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG