Cores do amor: a nova campanha contra a sida

"Faça amor, não guerra" é o lema da nova campanha

Chama-se "Colors of Love" ("Cores do Amor", numa tradução literal) e mostra os corpos nus de quatro casais hetero e homossexuais sobre os quais estão pintadas as bandeiras de alguns dos países que participam no campeonato europeu de futebol.

A nova campanha da AIDES, associação francesa sem fins lucrativos de luta contra o HIV e hepatite viral, tem como objetivos celebrar o valor universal do amor e a diversidade das sexualidades, bem como alertar para a importância da proteção como meio fundamental do combate à sida.

"Obviamente, algumas pessoas confundem a competição desportiva com uma febre nacionalista: esta campanha, fiel ao espírito excêntrico e provocador da AIDES, é a melhor resposta", afirma Aurélien Beaucomp, presidente da associação no jornal La Parisienne.

A campanha quer, assim, não só enfatizar a relevância da prevenção como também opor-se à intolerância que, por um lado, choca com a liberdade de orientação sexual e, por outro, estende-se a outros problemas sociais, como têm comprovado os confrontos entre adeptos nas primeiras semanas do Euro 2016.

As imagens fotografadas por Eric Traoré mostram corpos cobertos por cores que se misturam para simbolizar o relacionamento sexual entre os dois. O lema reinventa o ideal hippie: "Faça amor, não guerra."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG