Controlador admitiu a estar a jogar no telemóvel quando comboios chocaram

O homem foi detido na terça-feira. Onze pessoas morreram na colisão frontal, em fevereiro

O controlador alemão detido no âmbito da investigação do acidente ferroviário que matou 11 pessoas, em fevereiro, admitiu que estava a jogar um jogo no telemóvel no trabalho, no dia do acidente, revelou na terça-feira o gabinete do procurador.

O homem foi detido na terça-feira depois de desenvolvimentos na investigação do choque de comboios na Baviera - o maior acidente de comboio na Alemanha desde 1998.

O procurador de Traunstein disse que o homem "ligou o telemóvel durante o seu turno, na manhã do acidente, começou a jogar um jogo online e jogou ativamente... até pouco antes da colisão".

O homem nega ter sido distraído pelo jogo, mas o gabinete do procurador disse que o período em que esteve a jogar coincidiu e pode indicar que este não estava a prestar atenção à linha.

O controlador deu aos comboios um sinal incorreto e depois carregou nos botões errados quando emitiu o sinal de perigo, o que fez com este não fosse ouvido pelos condutores, disse o gabinete.

Os comboios, que transportavam 150 pessoas, colidiram a alta velocidade entre Bad Aibling e Kolbermoor. O acidente fez 11 mortos e cercad e uma centena de feridos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG