'Chefs' mostram na Alemanha a nova cozinha portuguesa

Chefs apresentam no METRO Unboxed novas versões dos pratos tradicionais

'Chefs' portugueses estão na Alemanha para mostrar do que é feito o novo movimento da cozinha portuguesa. No METRO Unboxed, o evento gastronómico integrado no Düsseldorf Festival!, alguns dos nomes mais destacados da cozinha nacional mostram que não há limites para a criatividade.

Tiago Bonito, 'chef' do restaurante Largo do Paço, apresentou a 13 e 14 de setembro um snack com "nutella" que não era nada do que parece. O Blood Nutella mostrou ser uma criação provocadora, que reflete a redescoberta do papel do sangue na cozinha portuguesa.

O 'chef' Daniel Rente, do restaurante Avenida SushiCafé, apresentou a 15 e 16 de setembro um niguiri feito de encharéu dos Açores. Ao prato, o 'chef' especialista em cozinha nipónica acrescentou outros elementos nacionais, nomeadamente o azeite.

O Chef Cozinheiro do Ano 2017, Luís Gaspar, levou para o METRO Unboxed uma reinterpretação da cabidela de galinha. O 'chef' do restaurante Sala de Corte serviu este prato frio e polvilhado com cristas de galo crocantes e choco frito com pé de coentrada.

"Os chefs estão animados e mostram-se sempre disponíveis para explicar ao público os pratos que estão a fazer e os produtos portugueses em uso", disse Paulo Barata, cofundador do projeto Sangue na Guelra | Blood n" Guts, que convidou os cozinheiros a participar neste festival.

Ana Músico, diretora criativa do Sangue na Guelra explicou, num comunicado, que tem havido grande adesão e interesse por parte do público.

Pelo METRO Unboxed vão passar até 2 de outubro 'chefs' de 25 países, demonstrando sempre as particularidades gastronómicas de cada nação.

A participação portuguesa continua com os 'chefs' Maurício Vale, do restaurante Soi, Rodrigo Castelo, do restaurante Taberna ó Balcão, João Oliveira, do Vista Restaurante, António Galapito, Vítor Adão, do restaurante Bistro 100 Maneiras, Pedro Pena Bastos, do Esporão, Vasco Coelho Santos, do restaurante Euskalduna Studio, Hugo Brito, do restaurante Boi Cavalo e Carlos Fernandes, do restaurante Loco.

Mais Notícias