Cascais transfere competências de saúde do Governo para o município

Além da autarquia cascalense, também Alcobaça e Torres Vedras firmaram com o governo esta transferência de competências

A Câmara Municipal de Cascais assinou esta quarta-feira com a secretaria de Estado da Saúde um um protocolo que transfere as competências de saúde para o município, descentralizando assim os serviços de saúde pública.

Além da autarquia cascalense, também Alcobaça e Torres Vedras firmaram com o governo esta transferência de competências.

O presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, anunciou ainda investimentos de cerca de 20 milhões de euros para a construção de dois novos centros de saúde, em Cascais e Carcavelos, e a realização de obras de melhoramentos em outros dois, em São Domingos de Rana e Parede.

O autarca diz que a transferência de competências é um passo para "a constituição do Serviço Local de Saúde e Solidariedade Social (SL3S)", em que a Câmara substitui o Estado Central e para o qual "será financiado pelo valor relativo à redução da taxa de IMI que se têm verificado desde que assumi a Presidência da Câmara".

"Estão em fase final as obras de requalificação de uma moradia junto à Escola Secundária de Cascais para instalação do projeto Bata Branca para que, em conjunto com a Santa Casa da Misericórdia de Cascais assumirmos o reforço dos cuidados primários do SNS permitindo que todos os cidadãos de Cascais passem a dispor de Médico de Família, ficaremos com uma cobertura de 100%", afirmou Carlos Carreiras.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG