Trânsito restabelecido no Túnel do Marão

Circulação no túnel foi cortada em ambos os sentidos devido ao incêndio num carro

A circulação foi normalizada no Túnel do Marão cerca das 18:00, depois do trânsito ter sido interrompido devido a um incêndio num automóvel, disse fonte da Infraestruturas de Portugal (IP).

Fonte da IP referiu que o alerta para o fumo na viatura foi dado às 12:26, tendo sido logo acionado o plano de emergência e contactados os meios, bombeiros e GNR, que se deslocaram imediatamente para o local.

A viatura em questão circulava no sentido Porto-Vila Real, mas a circulação no túnel foi cortada nos dois sentidos, segundo a GNR. O Jornal de Notícias avançou, entretanto, que o túnel foi, entretanto, reaberto num dos sentidos.

O comandante dos bombeiros da Cruz Branca de Vila Real, Orlando Matos, referiu que se verificou um incêndio numa viatura dentro do túnel, na boca que sobe de Amarante para Vila Real.

Segundo o responsável, os quatro ocupantes da viatura ligeira saíram pelo próprio pé o fogo está em fase de resolução.

Fonte da GNR referiu que se irá agora proceder à limpeza da via e à retirada da viatura, e que, depois de se confirmar que não houve danos na infraestrutura, se reabrirá o túnel à circulação rodoviária. O trânsito foi desviado para o Itinerário principal 4 (IP4).

Fonte da Infraestruturas de Portugal (IP) disse à Lusa que às 12:26 foi detetado o fumo no veículo, tendo sido logo acionado o plano de emergência. Foram contactados os meios, bombeiros e GNR, que se deslocaram imediatamente para o local.

Segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil, para o local foram mobilizados 36 operacionais e 11 viaturas.

O incêndio ocorreu na galeria sul e a norte foi fechada porque serve de saída de emergência e de evacuação. Esta galeria, no sentido Vila Real/Amarante, já reabriu.

A 11 de junho, um incêndio num autocarro com 20 passageiros obrigou ao encerramento do túnel, cuja reabertura total se verificou a 18 de junho.

Já em julho, ouvido na comissão parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas, o presidente da Infraestruturas de Portugal (IP), António Laranjo, garantiu "confiança total" nas condições de segurança no Túnel do Marão, na sequência da resposta eficaz dos meios e equipamentos àquele incêndio.

Informando que a IP desenvolveu os seus inquéritos internos, o responsável garantiu ter havido "rapidez de intervenção" e "reposta atempada" dos sistemas e equipamentos.

O túnel que liga Amarante, no distrito do Porto, a Vila Real, abriu em maio do ano passado e tem duas galerias gémeas, cada uma com duas faixas de rodagem e com um comprimento de 5.665 metros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG