Carrinha com 152 frascos de vacinas contra a covid-19 despista-se na A2. Há um ferido ligeiro

Os 152 frascos de vacinas da BioNTech-Pfizer estavam em distribuição para pontos de vacinação no Alentejo. Contactada pelo DN, fonte do Ministério da Saúde indica ainda que as vacinas estão a ser avaliadas por uma equipa farmacêutica para verificar se as suas propriedades se mantêm.

Uma viatura que transportava 152 frascos de vacinas contra a covid-19 despistou-se esta quarta-feira na A2, confirmou ao DN fonte oficial da GNR. Fonte do Ministério da Saúde indica que as vacinas estão a ser avaliadas neste momento por uma equipa farmacêutica, em articulação com a autoridade do medicamento em Portugal (Infarmed), para verificar se as suas propriedades se mantêm.

Do despiste resultou um ferido ligeiro, o condutor da carrinha, que foi embater no separador da autoestrada, disse fonte da GNR.

O acidente ocorreu no sentido Norte/Sul, ao quilómetro 60 da A2, entre Marateca e Alcácer do Sal. A viatura que transportava as vacinas contra a covid-19 vinha de Coimbra e tinha como destino Ourique, no distrito de Beja, acrescentou a mesma fonte. O acidente não envolveu outras viaturas.

Contactada pelo DN, fonte do Ministério da Saúde explica que "hoje, pelas 11:20, ocorreu um despiste de uma das carrinhas que transportava 152 frascos de vacinas da BioNtech-Pfizer que estavam em distribuição para pontos de vacinação, no Alentejo".

Esclarece que os frascos de vacinas foram imediatamente transportados "pela equipa da GNR que estava a fazer a escolta do transporte, para o Centro Hospitalar mais próximo do local".

Já seguiram outros frascos de vacinas para garantir a continuidade do plano de vacinação

Fonte do gabinete da ministra da Saúde, Marta Temido, informa ainda que "as vacinas estão, neste momento, a ser avaliadas por uma equipa farmacêutica, em articulação com o INFARMED, de forma a verificar se as suas propriedades se mantêm".

Depois deste acidente com a viatura que transportava as doses da vacina da Pfizer, e para suprir os pontos de vacinação restantes da rota que não estava, ainda, concluída, já seguiram outros frascos de vacinas, de modo a ​​​​​​​garantir a continuidade do plano de vacinação, tal como previsto, acrescentou ainda a fonte do Ministério da Saúde..

Atualizada às 13:19

Mais Notícias

Outras Notícias GMG