CAP repudia acusações de Inês Sousa Real

A Confederação dos Agricultores de Portugal acusa a líder do PAN de apenas querer ganhar mais uns minutos de atenção mediática e de protagonismo.

A Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) afirmou, numa nota de repúdio, que não promove campanhas de desinformação contra nenhuma instituição ou pessoas, desafiando Inês Sousa Real a provar o que diz.

"A CAP é uma instituição digna, que representa interesses setoriais legítimos, é um parceiro social com assento no Conselho Económico e Social e não aceita de ânimo leve acusações deste teor, que são graves. É mentira que a CAP tenha promovido qualquer campanha de desinformação.", pode ler-se na nota.

Acusam a líder do PAN de apenas querer ganhar mais uns minutos de atenção mediática e de protagonismo à custa da Confederação.

A CAP afirma que Inês Sousa Real está a "pôr em causa o papel da comunicação social e a liberdade de escrutinar e informar.", referindo-se às notícias de que a líder do PAN tem envolvimento com empresas alegadamente dedicadas à produção intensiva de mirtilos e framboesas.

Em causa estão as declarações de Inês Sousa Real aos jornalistas durante uma ação de campanha no Porto em que afirmou haver uma "tentativa de desinformação das pessoas por parte de algumas forças políticas e também de alguns setores que têm mantido capturados os interesses no nosso país".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG