Bar que só cobra entrada a homens multado em Espanha

A contraordenação foi fixada em 1500 euros. O município de Albacete entendeu que a prática era discriminatória

Um bar situado no principal bairro noturno da cidade de Albacete, na região de Castela-Mancha, foi multado em 1500 euros por apenas cobrar entrada aos homens, deixando as mulheres entrar gratuitamente. O processo de contraordenação avançou por causa da queixa apresentada por um cliente a quem cobraram entrada e que denunciou o caso na Direção do Consumo.

Em resposta ao jornal El País, que avançou com a notícia, o município de Albacete entendeu que se tratava de uma "prática discriminatória", como comprovaram agentes da polícia à paisana, por duas ocasiões que foram ao bar, em fevereiro e outubro de 2015.

O proprietário do bar, inconformado com a decisão de multa, avançou para os tribunais de primeira e segunda instância. Perdeu, porque a justiça deu razão ao município. Na sentença, estava subjacente uma crítica à ideia de utilização da mulher como reclame comercial para atrair mais homens ao espaço, como referiu a vereadora Rosa González.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG