Associações de eventos organizam manif de protesto em Lisboa

A Associação Portuguesa de Serviços para Eventos (APSTE) e a Associação de Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos (APEFE) vão organizar uma manifestação de protesto no Marquês de Pombal, em Lisboa, no dia 30 de junho.

O protesto irá decorrer pelas 16h00 em Lisboa e de acordo com comunicado a que o DN teve acesso, os organizadores pretendem que seja realizada de forma pacífica "mas impactante"

Segundo o mesmo comunicado, o objetivo é sensibilizar o Governo "para a situação dramática em que o setor da cultura e dos eventos se encontra, com a maioria dos profissionais e empresas ainda sem trabalhar há mais de um ano. Esta situação deve-se, em parte, à pandemia, mas também à ausência de políticas ou de uma estratégia nacional adequada. É urgente tomar medidas efetivas para assegurar a sobrevivência deste setor".

Pedro Magalhães, Presidente da APSTE, explica que "os eventos-piloto foram uma iniciativa das associações, empresas e trabalhadores dos setores da cultura e eventos, quando devia ter sido do Governo, e surge exatamente com o objetivo de salvar o verão para todos os que vivem destas indústrias. Às autoridades nacionais apenas cabia a responsabilidade de rastrear e, consequentemente, dar um parecer sobre a viabilidade dos mesmos. Agora, no início do Verão, temos conhecimento que o processo de tratamento dos dados está atrasado e nem sequer se conhece uma data para a apresentação destas conclusões. O que podemos dizer em relação a isto?"

Os manifestantes percorrerão a Avenida da Liberdade, em modo marcha, concluindo na Praça dos Restauradores, onde se farão ouvir.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG