Arqueólogos afirmam ter encontrado túmulo de Aristóteles

Descoberta aconteceu na cidade de Estagira, onde nasceu o filósofo grego

Um grupo de arqueólogos gregos acredita ter descoberto o túmulo de Aristóteles na antiga cidade de Estagira, local de nascimento do filósofo.

"Não temos provas, mas indícios muito fortes que nos levam quase à certeza", declarou o diretor das escavações, Konstandinos Sismanidis, no congresso internacional "Aristóteles - 2400 anos", realizado na Universidade de Tessalónica, para comemorar o nascimento do filósofo há 2400 anos.

A equipa de Sismanidis chegou à conclusão de que uma construção descoberta em 1996, numa escavação que começou nos anos 70 do século passado, é o mausoléu de Aristóteles. O monumento está dentro da cidade e próximo da Ágora, com vista panorâmica para todas as direções. "A construção parece incompatível com outros usos", conclui Sismanidis no referido congresso.

A equipa chegou a essa conclusão após analisar dois manuscritos que referem a transferência das cinzas do filósofo para sua cidade natal - uma tradução em árabe do século XI d.C. de uma biografia do filósofo grego e o manuscrito N. 257 da Biblioteca Nazionale Marciana, de Veneza.

Aristóteles nasceu em 384 a.C. e é considerado um dos pilares na emergência da filosofia ocidental.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG