31 militares de corveta da Marinha recuperados regressaram ao navio

O surto de covid-19 foi identificado a 11 de janeiro após terem sido feitos testes rápidos aos militares, que estão vacinados e tinham sido testados antes do início da viagem.

Dez militares infetados com covid-19 da corveta António Enes permanecem numa unidade hoteleira do Porto Santo a cumprir isolamento enquanto outros 31 recuperaram no início da semana e já regressaram ao navio, disse fonte da Marinha Portuguesa.

A porta-voz da Marinha, comandante Nádia Rijo, indicou à agência Lusa que está "em avaliação a situação clínica dos militares que estão em isolamento".

Na semana passada, 41 militares infetados com covid-19 a bordo da Corveta António Enes, ancorado em Porto Santo, foram retirados do navio e transportados a uma unidade hoteleira da ilha para continuar o isolamento

O surto de covid-19 foi identificado a 11 de janeiro após terem sido feitos testes rápidos aos militares, que estão vacinados e tinham sido testados antes do início da viagem.

Na altura foram registados 35 casos positivos e 34 negativos.

A 12 de Janeiro, o número de infetados subiu de 35 para 39 após testagem com a colaboração da Delegação de Saúde do Porto Santo, e depois para 41.

Segundo a porta-voz da Marinha, os militares apresentavam apenas sintomas ligeiros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG