29 cães resgatados em Carcavelos pela PSP

Foram retirados de forma "coerciva", 29 cães de distintas raças e portes em Carcavelos. Um homem foi identificado.

"Na sequência da emissão de mandado de busca e apreensão domiciliária, emitido pela Autoridade Judiciária, procedeu à identificação de um homem de 52 anos de idade e a retirada coerciva de 29 canídeos de diversas raças e portes", diz um comunicado do Comando Metropolitano de Lisboa. A operação foi levada a cabo pela Divisão Policial de Cascais, na terça-feira, dia 5, pelas 09:00, em Carcavelos.

O mesmo comunicado dá conta que o caso estava sob investigação "desde o final do mês de agosto do ano passado, em resultado de diversas denúncias de vizinhos".

Os vizinhos alertaram as autoridades "para as questões de insalubridade do local, conspurcação, más condições de saúde dos animais e ruído perturbador provocado pelo constante latir dos mesmos." À polícia contaram ainda que sempre que tentavam alertar o proprietário para a situação em que os mesmo viviam, "eram recebidos com agressividade, e por vezes ameaçados de morte."

A polícia também com "resistência" por parte do suspeito quando era chamada ao local, refere o comunicado. O suspeito, acrescentam, "teimava em não colaborar com as autoridades."

"Perante a confirmação das denúncias, e falta de colaboração do proprietário dos canídeos na entrega voluntária dos mesmos", os cães foram entregues à Associação S. Francisco de Assis e o suspeito constituído arguido. Encontra-se sujeito a termo de identidade e residência. Vivia, segundo a PSP, "juntamente com os animais, sem qualquer tipo de condições de higiene, rodeado de dejetos, num ambiente nauseabundo."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG