Vítima lançou-se do carro para se livrar de raptores

Dois homens e uma mulher foram detidos por suspeita dos crimes de sequestro agravado, roubo, ameaça, violência doméstica e posse de armas e munições proibidas

A investigação da Unidade Nacional Contra Terrorismo da PJ decorria desde o final do mês de julho.

Os arguidos atuaram de forma bastante violenta, agredindo com gravidade a vítima, segundo a PJ, "com o propósito único de lhe infligirem dor intensa e privá-la da sua liberdade, como forma de resolução de problemas meramente pessoais".

A vítima, temendo pela sua vida e em ato de desespero, veio a lançar-se da viatura em que era transportada pelos suspeitos. Só assim acabou o sequestro.

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação, tendo sido decretada a prisão preventiva a dois deles e apresentações diárias a um outro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG