Vítima de explosão continua em estado muito grave

O homem gravemente ferido numa explosão, no sábado, num restaurante no Curral das Freiras, Câmara de Lobos, Madeira, mantém-se em "estado muito grave" e com prognóstico "muito reservado", apresentando 75 por cento corpo queimado, disse hoje fonte hospitalar.

O homem, de 33 anos, deu entrada no Hospital da Prelada, no Porto, cerca das 19:30 de sábado, encontrando-se internado na unidade de queimados, tendo sido transferido do Hospital do Funchal depois de ter ficado gravemente ferido na sequência de uma fuga de gás seguida de explosão e incêndio num restaurante no Curral das Freiras.

Fonte do Hospital da Prelada disse hoje à Agência Lusa que o prognóstico se mantém "muito reservado", estando o homem, que apresenta 75 por cento da área corporal queimada, em "estado muito grave", medicado, intubado e ventilado.

A vítima encontra-se assim estável desde sábado, não tendo o estado de saúde sofrido alterações.

"Foi uma fuga de gás seguida de explosão quando o proprietário acendeu a luz. Depois da explosão, o edifício incendiou", explicou no sábado à Agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Câmara de Lobos, Sílvio Freitas, adiantando que dois dos três pisos do edifício "ficaram destruídos".

O comandante dos bombeiros esclareceu que a explosão projetou material para duas casas nas imediações, das quais uma desabitada, que sofreram danos.

O alerta para o incêndio chegou aos Bombeiros Voluntários de Câmara de Lobos pelas 02:00, que fizeram deslocar ao local três viaturas e dez elementos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG