Vasco Lourenço ataca declarações de Otelo

O presidente da Associação 25 de Abril, Vasco Lourenço, acusou hoje o capitão de Abril de "confundir efectivamente" as motivações e os objectivos da revolução.

Em declarações à agência Lusa à margem da apresentação da 34.ª Corrida da Liberdade, na sede da associação, em Lisboa, Vasco Lourenço defendeu que "não se pode confundir o que se passou nos últimos 37 anos com o 25 de Abril em si" e que os objectivos da "liberdade, democracia e paz" foram alcançados.

"Olhando para trás, gostava que a situação [do país] fosse muito melhor do que é. Isso não significa que se conclua 'se soubesse o que sei hoje não teria feito o 25 de Abril'. Afirmo, categoricamente, que ter-me-ia empenhado como me empenhei para fazermos um ato como o 25 de Abril", afirmou.

Otelo Saraiva de Carvalho afirmou quarta-feira em entrevista à agência Lusa que se soubesse como Portugal ia ficar não tinha realizado o 25 de Abril e que uma nova revolução só acontecerá com a perde de direitos dos militares.

Classificando as declarações de Otelo como "incompreensíveis", o coronel Vasco Lourenço sublinha que já se desiludiu "tantas vezes" com Otelo Saraiva de Carvalho e acusa um dos capitães de Abril de "confundir o que foi efectivamente o 25 de Abril".

"Também está mais do que demonstrado que - e o Otelo tinha mais que a obrigação de já ter percebido isso - as motivações maiores, que já vinham de trás, eram motivações políticas, de desejo de uma sociedade livre, democrática e de uma sociedade que não oprimisse outros povos, impondo-lhes uma guerra", afirmou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG