Utentes atendidos dentro de contentores ilegais

O Hospital das Forças Armadas na Base do Lumiar, que concentra desde o início do ano o atendimento médico aos três ramos, às forças de segurança e a civis da ADSE, está a prestar os serviços de medicina preventiva em contentores metálicos sem condições.

Em gabinetes minúsculos, sem respeitar a legislação em vigor que obriga à existência de extintores, saídas de emergências e dimensões para cadeira de rodas, são mais de mil por mês os utentes que se confrontam com a degradação do atendimento e prestação de serviços médicos e de enfermagem.

Os médicos reclamam também da falta de medicamentos, comprimidos e soros por exemplo, e de serem obrigados a mudar tratamentos por falta de material de enfermagem.

A carência de meios e instalações já fez com que seja subcontratados atendimentos no Hospital da Cruz Vermelha e na Casa de Saúde de S. José.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Mais Notícias

Outras Notícias GMG