Turismo de Portugal envolvido na alegada fuga ao fisco

Ronaldo e José Mourinho participaram numa campanha do organismo. Os contratos de cedência dos direitos de imagem de ambos foram celebrados com a sociedade Multisports & Image Management

O Turismo de Portugal viu-se envolvido no alegado esquema de fuga aos impostos, denunciado por um consórcio europeu de órgãos de comunicação social a partir de dados do Football Leaks, em que estarão envolvidos várias figuras do futebol internacional, nomeadamente Cristiano Ronaldo e José Mourinho. O Correio da Manhã avança hoje que a empresa suspeita no "truque de fuga fiscal" assinou contratos dos dois portugueses com o Turismo de Portugal.

Contactado pelo Diário de Notícias, o organismo esclarece que "os contratos de cedência dos direitos de imagem de Ronaldo e de Mourinho foram celebrados com a sociedade Multisports & Image Management (MIM), uma vez que essa empresa era a única que detinha os respetivos direitos de imagem".

O Turismo de Portugal recorda que "entre 2007 e 2009, Cristiano Ronaldo e José Mourinho foram rostos de uma campanha de promoção externa" "que associou Portugal à Costa Oeste da Europa e era suportada por imagens de portugueses com reconhecida notoriedade e prestígio internacional nas áreas do desporto, ciência e arte".

Na resposta escrita enviada ao DN, o Turismo de Portugal garante que "não tinha conhecimento de qualquer relacionamento da MIM com outras empresas" e confirma que o valor dos contratos celebrados foi de 150 mil euros para cada um destes dois intervenientes

O organismo remata dizendo que, "de acordo com os regimes legais aplicáveis, a aquisição de bens e serviços pelo Estado pressupõe a garantia da situação regularizada perante a administração fiscal e segurança social".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG