Tromba de água procova inundações na zona de Sintra

Uma tromba de água que se abateu na manhã de hoje nas zonas de Agualva, Mira-Sintra e Rio de Mouro (concelho de Sintra) provocou inundações em dezenas de casas, mas sem causar danos pessoais, disse fonte dos bombeiros.

"Foi muita água que caiu em pouco mais de 15 a 20 minutos. Provocou inundações porque a água arrastou folhagem e detritos que entupiram sarjetas e sumidouros. Houve bastantes pedidos mas apenas danos materiais", relatou o comandante dos bombeiros de Agualva-Cacém, Luís Pimentel.

De acordo com o mesmo responsável, "a água entrou em algumas garagens" e houve mesmo "um pedido por causa de uma caixa de elevador que ficou cheia de água". Também algumas estradas locais ficaram intransitáveis, acrescentou.

O fenómeno natural esteve ainda perto de causar males maiores na escola Padre Alberto Neto [Queluz], quando "a água entrou por uma sala com computadores". "Felizmente não chegou a tocar neles, ficou a cerca de um centímetro", descreveu o comandante Luís Pimentel.

"Caíram muitos litros por metro cúbico. Na altura da chuvada, aqui em frente ao quartel a água tinha dez centímetros de altura a passar, em rio, e com uma força tremenda", disse a mesma fonte, que salientou a "felicidade de não ter havido danos pessoais".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG