Termas vão voltar a ser comparticipadas

Grupo de trabalho definirá modelo de reembolso até final de maio, com efeitos a partir do segundo semestre

Os cuidados de saúde recebidos em termas vão voltar a ser comparticipados, adianta o JN na sua edição de hoje. os reembolsos deste tipo de tratamentos tinham sido suspensos em 2011, na sequência da intervenção externa da troika no país.

De acordo com o jornal, o grupo de trabalho recém-criado, que reunirá hoje pela primeira vez, não irá apenas aprovar o regresso das comparticipações mas um novo modelo, que integra os tratamentos recebidos no Serviço Nacional de Saúde, separando-os de outras comparticipações de cuidados de saúde no privado. A integração das termas na lista de prestadores de cuidados de saúde é uma reivindicação antiga do setor.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG