Taxista português assassinado a tiro em Caracas

Um cidadão português de 58 anos, taxista em Caracas, foi morto a tiro por um assaltante que se fez passar por passageiro do táxi, revelaram hoje à Lusa fontes da comunidade portuguesa local.

Segundo as fontes o cidadão português era natural de Santana, Madeira, estava radicado na Venezuela há mais de 40 anos, era taxista há mais de cinco anos.

Fonte policial explicou à Lusa que o assalto ocorreu na noite de quarta-feira (manhã de quinta-feira em Lisboa) e que o taxista teria oposto resistência ao assalto.

A vítima foi socorrida por vizinhos e transportada ao Hospital Clínico Universitário de Caracas onde morreu horas mais tarde.

Mais Notícias