TIR para incendiários de contentores junto à PSP

O tribunal de Loures decretou hoje o termo de identidade e residência aos três jovens acusados de incendiarem contentores junto à esquadra de Odivelas, disse à Lusa o advogado de um dos detidos.

Os três jovens, entre os 16 e os 19 anos, fazem parte de um grupo de oito pessoas detidas pela PSP na sequência dos confrontos de segunda-feira junto à esquadra de Odivelas. Suspeitos por incendiarem contentores os três jovens foram constituídos arguidos e presentes esta tarde ao Tribunal de Loures onde lhes foi decretada como medida de coação o termo de identidade e residência e ainda apresentações quinzenais na esquadra mais próxima.

Em declarações à agência Lusa o advogado de um dos arguidos considerou tratar-se de "uma decisão sensata do tribunal tendo em conta a idade dos jovens". Na segunda-feira à noite um grupo de 50 pessoas tentou impedir a PSP de identificar e deter um homem em Odivelas, suspeito de roubo e que resistiu às autoridades.

Enquanto os agentes tentavam levá-lo para a esquadra, o grupo que se encontrava nas proximidades lançou-se em defesa do homem, tentando impedir a polícia de o transportar. O homem acabou por ser encaminhado pela polícia e, já na esquadra, quatro amigos tentaram forçar a entrada nas instalações, coagindo e ameaçando agentes, acabando também detidos. Pouco depois, um grupo de três pessoas foi detido por ter incendiado contentores do lixo numa rua nas traseiras da esquadra.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG