PJ deteve suspeito de atear fogo em Moleanos

A Polícia Judiciária (PJ) de Leiria anunciou hoje a identificação e detenção de um homem suspeito da autoria de crimes de incêndio florestal ocorridos no dia 17 de julho, em Moleanos, Alcobaça.

"O arguido terá agido por motivos fúteis, criando grave perigo por toda a zona geográfica envolvente - bens e pessoas - e os seus atos só não causaram danos mais avultados pois os incêndios foram prontamente combatidos", explica a PJ em comunicado.

O homem, de 25 anos, cabouqueiro numa empresa de extração de pedra naquele concelho, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.

O fogo foi detetado às 15:00 e esteve ativo quase nove horas numa zona florestal localizada no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, chegando a mobilizar 135 bombeiros, apoiados por 40 veículos e dois helicópteros.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG