Oposição não estranha notícia de suspensão do mandato

Os partidos da oposição do executivo municipal de Cascais (PSD/CDS) afirmaram hoje, quinta-feira, que a informação "já corria há muito tempo". Todos acham que ele está a preparar terreno para o vice-presidente, Carlos Carreiras.

O líder do PS Cascais , Alípio Magalhães, afirmou à agência Lusa que a notícia avançada por alguns órgãos de comunicação de que António Capucho vai suspender o seu mandato de autarca "não é nada surpreendente".

"Há muito tempo que se diz nos bastidores que o senhor presidente iria renunciar ao mandato, a fim de permitir que o vice-presidente [Carlos Carreiras] fosse preparando espaço para as próximas eleições autárquicas", disse Alípio Magalhães.

Também o eleito municipal pelo Bloco de Esquerda, Luís Castro, afirmou que a notícia "não é grande novidade". "Faz parte de uma estratégia para o lançamento do vice-presidente que já todos sabíamos", sustentou.

A reação foi semelhante por parte da deputada do PCP, Hélia Wanzeller. "Não fico nada surpreendida. O doutor Capucho quer dar espaço para que o doutor Carreiras comece a ganhar terreno", disse.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG