Livro de Gonçalo Amaral 'refém' de recurso

A 5 de Novembro, a advogada dos McCann, Isabel Duarte, recorreu no Supremo Tribunal de Justiça da decisão, da Relação de Lisboa, de anular o embargo à venda do livro de Gonçalo Amaral A Verdade da Mentira. "Sou a fiel depositária do livro, e, enquanto não for obrigada a entregá-lo, não o farei. Só depois da decisão do Supremo", disse Isabel Duarte. "Por regra, não se pode recorrer para o Supremo das decisões da Relação sobre procedimentos cautelares. Mas há uma nulidade - a Relação não considerou o caso julgado num facto: que este livro foi feito para fazer dinheiro e aprofundar a dor." O "arresto de bens" a Amaral saiu gorado porque só tinha "dois euros numa conta". "Os bens foram vendidos por causa de dívidas ao irmão."

Mais Notícias

Outras Notícias GMG