José Cid vítima de 'carjacking'

O cantor José Cid foi assaltado com violência na noite de domingo e viveu momentos de pânico. Um duo encapuzado, roubou-lhe dinheiro e obrigou-o a permanecer na viatura durante uma hora com uma arma apontada à cabeça.

O cantor José Cid não tenciona apresentar queixa contra os dois indivíduos que o assaltaram na madrugada de domingo, sob a ameaça de duas pistolas, preferindo “descansar e esquecer o assunto”, segundo avançou ao DN fonte familiar.

 

Contudo, o cantor de 68 anos, que foi ameaçado de morte pelos dois indivíduos encapuzados ainda está a recuperar dos momentos de pânico que viveu ao longo de aproximadamente uma hora, com uma arma de fogo apontada à cabeça, no trajecto entre o Alto do Estoril e um bairro de Almada.


José Cid foi abordado pelas 02.30 por um duo de assaltantes (um português e outro brasileiro), sendo alvo de carjacking. Apesar de se apoderarem do seu carro, sem saberem de quem se tratava, os ladrões obrigaram o cantor a seguir viagem com eles em direcção a Almada, onde lhe roubaram todo o dinheiro, mas acabariam por abandonar a vítima nesse local com o carro e com o telemóvel.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG