Dois cadávares encontrados no mar

Dois cadáveres foram hoje detetados no mar em duas zonas distintas próximo de Sagres, mas as autoridades descartam, para já, que haja qualquer correlação entre eles, disse à Lusa fonte da Capitania do Porto de Lagos.

O primeiro incidente ocorreu cerca das 11.00 quando uma turista alemã, de 36 anos, caiu ao mar numa zona de rocha baixa próximo da praia da Ingrina, na costa sul a leste de Sagres, explicou o comandante Cruz Martins, daquela capitania.

O alerta, dado pelo companheiro da vítima, fez mobilizar para o local a embarcação salva-vidas da Marinha estacionada em Sagres, que recolheu o corpo e o transportou para terra. O óbito foi confirmado pelo médico do INEM, entretanto chamado ao local.

"À mesma hora, transeuntes avistaram um outro cadáver, já no mar, junto a uma falésia ao lado da praia do Tonel, a oeste da Fortaleza de Sagres.

Com o salva-vidas de Sagres ocupado pelo primeiro incidente, as autoridades mobilizaram uma outra embarcação, estacionada em Ferragudo (Portimão) mas não foi possível recolher o corpo, devido à sua localização e ao estado alterado do mar.

Os bombeiros de Vila do Bispo também não conseguiram o resgate por terra, pelo que se aguarda agora a chegada de um helicóptero ao local, adiantou o comandante Cruz Martins, explicando que a falésia mais próxima do cadáver tem um declive de cerca de 60 metros.

Aparentemente, trata-se do corpo de um homem e desconhece-se há quanto tempo está na água, acrescentou a fonte, sublinhando que não há registo de alarme por queda de alguém à água nem de qualquer turista ou pescador lúdico desaparecido na zona nos últimos dias ou horas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG