Suicídios nas cadeias portuguesas duplicaram em 2012

Os suicídios nas cadeias portuguesas duplicaram em 2012 em relação a 2011, tendo-se suicidado 16 reclusos no ano passado, segundo as estatísticas da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP).

Em 2011, suicidaram-se oito presos nas cadeias portuguesas, tendo este número duplicado o ano passado.

Os dados indicam também que, no ano passado, por causas várias, morreram nos estabelecimentos prisionais portugueses 66 reclusos, mais dois do que em 2011. A doença foi a causa de morte que mais reclusos vitimou, num total de 50.

Ao contrário de 2011, no ano passado não se registou qualquer homicídio nas cadeias.

O número de reclusos nas 49 cadeias portuguesas no final do ano passado era de 13.614, sendo a taxa de sobrelotação de cerca de 11 por cento.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG