Sete mortos e 20 feridos graves em mais de 500 acidentes

No segundo dia da Operação Páscoa registaram-se 242 acidentes de que resultaram 5 mortos e 13 feridos graves, segundo a GNR. Desde o início da operação já houve 542 acidentes, com sete mortos, 20 feridos graves e 166 ligeiros.

Entre estas vítimas mortais incluem-se os três mortos do acidente de Vila Chã do Marão, Amarante, envolvendo um carro desgovernado que colheu várias pessoas que integravam uma procissão na via pública. Das outras duas vítimas, uma morreu num acidente no distrito do Porto e a outra em Faro. Dos acidentes registados entre as 00:00 e as 24:00 de sexta-feira, resultaram também 13 feridos graves e 84 ligeiros.

Por outro, se tivermos em conta os dados relativos ao primeiro dia da Operação Páscoa 2011, já foram registados desde as 00:00 de quinta-feira 542 acidentes, de que resultaram sete mortos, 20 feridos graves e 166 ligeiros. Relativamente ao segundo dia da Operação Páscoa 2010, este ano registaram-se mais 20 acidentes nas estradas do país, com um balanço bastante mais grave, já que no ano passado não houve mortos a lamentar. Também a nível de feridos, este ano foram registados mais 10 graves e 22 ligeiros.

Em termos totais (dos dois dias da operação), este ano foram registados mais 61 acidentes do que em igual período de 2010, de que resultaram mais sete mortos (no ano passado ainda não havia vítimas mortais por esta altura), 11 feridos graves e 29 ligeiros. A Operação Páscoa 2011 envolve no patrulhamento das estradas cerca de 1.750 militares da GNR, que vão dar especial atenção ao controlo de velocidade e ao excesso de álcool.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG