Quinto morto com suspeita de 'legionella' não é de Vila Franca de Xira

Caso referido por Francisco George está em investigação. Fonte hospitalar garante que a vítima não faz parte do grupo internado em Vila Franca de Xira

O óbito, que poderá ser o quinto por infeção com 'legionella', anunciado hoje pelo diretor-geral de Saúde, não aconteceu no hospital de Vila Franca de Xira, disse hoje à Lusa uma fonte oficial do hospital.

"A eventual quinta morte por 'legionella' não aconteceu no hospital de Vila Franca de Xira", disse à Lusa uma fonte oficial do hospital.

A dúvida sobre em que hospital terá acontecido o eventual quinto caso de morte por 'legionella' surgiu depois de o diretor geral de Saúde, Francisco George, ter dito que há uma quinta morte que deverá ter resultado da infeção pela bactéria, mas não ficou claro o hospital em que isso aconteceu.

Durante a curta conferência de imprensa, à entrada para a reunião da equipa que está a acompanhar este caso na Direção Geral de Saúde, em Lisboa, pelas 15 horas, Francisco George disse que havia "180 casos confirmados dos quais 24 internados em cuidados intensivos, e quatro óbitos e há uma quinta situação que ainda está em investigação em termos de diagnóstico mas que irá seguramente juntar-se a estes quatro casos".

Questionado pelos jornalistas sobre o local desse eventual quinto óbito por 'legionella', o responsável afirmou que "o quinto caso é uma situação que não tem uma confirmação laboratorial, mas pelo quadro clínico trata-se de uma doença dos legionários".

Na sequência desta afirmação, os jornalistas fazem uma série de perguntas ao mesmo tempo, e Francisco George responde: "em Vila Franca de Xira", e foi na sequência desta resposta que se instalou a convicção de que o quinto óbito teria sido nesse hospital, facto agora esclarecido pelo hospital.

O hospital de Vila Franca de Xira já registou 96 casos de doentes infetados com 'legionella', tendo registado mais duas mortes hoje, que se somam a outra ocorrida no sábado, segundo uma nota de imprensa enviada à Lusa.

"Até às 12:00 de hoje, foram registados 96 casos diagnosticados com a infeção por 'legionella' no Hospital de Vila Franca de Xira", lê-se no documento, que explica que "desde o último ponto de situação, registaram-se dois óbitos, um homem de 66 anos de idade, e uma mulher de 81 anos, ambos com história clínica de patologia diversa e grave".

No ponto de situação enviado à Lusa às 13:30, afirma-se que "encontram-se, de momento, 59 doentes internados" e acrescenta-se que "foram igualmente transferidos para unidades centrais um total de 32 doentes".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG