PSP alerta para furtos em carros e residências

A PSP começou no início de deste mês a tradicional operação de Natal, que se estende até 2 de Janeiro e prevê a intensificação do policiamento "nos locais de grande concentração de pessoas". A operação "Festas Seguras 2010 - Junte a nossa segurança à sua quadra festiva" tem como objectivos o "aumento do sentimento de segurança", a "diminuição da sinistralidade rodoviária" e a "diminuição da criminalidade em geral", refere a PSP em comunicado. O reforço do policiamento deve-se à maior "movimentação de pessoas junto às zonas comerciais, ao aumento da circulação rodoviária e ao incremento do número de pessoas nos espaços de diversão nocturna" nesta época.

Em 2009, morreram 11 pessoas nas artérias fiscalizadas pela PSP durante o mês de Dezembro, as mesmas que em 2008. Este é um dos motivos que farão aumentar as acções de visibilidade e fiscalização nos principais eixos viários. "Recordamos que em 2009 detivemos mais de 350 pessoas com excesso de álcool, registámos mais de 1000 condutores a conduzir sem cinto ou a utilizar o telemóvel", explica a PSP.

"Posso acrescentar que serão utilizadas todas as valências da PSP, com especial destaque para o reforço da Unidade Especial de Polícia aos comandos de maior dimensão (Lisboa, Porto e Faro)", explicou ao DN o comissário Fábio de Castro, chefe do Núcleo de Protocolo, Marketing e Assessoria Técnica. "As acções de fiscalização vão ser feitas nos principais pontos de entrada e saída das cidades, nos acessos às zonas de diversão nocturna, nos locais de maior incidência de incidentes e em locais de grande aglomeração de pessoas habitualmente conotados com a práti-ca de ilícitos criminais", explica o comissário.

A PSP vai aproveitar as acções de rua para "distribuir folhetos com conselhos de segurança nesta quadra", avança o responsável da PSP. Nestes folhetos, os cidadãos são alertados para evitarem estacionar em locais ermos e nunca dei-xarem documentos no carro que possibilite a identificação da residência. "Se for vítima de assalto, coopere e não ofereça resistência", pode ler-se no folheto que assegura: "A taxa de recuperação pela PSP de veículos furtados é de 50%."

Os conselhos vão também aos cuidados a ter com a casa e os furtos. "Não diga a estranhos que vai de férias", aconselha a PSP.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG