Hugo Soares defende anúncio imediato de voto contra o OE2019

O ainda líder parlamentar recusa a ideia de estar a desafiar Rui Rio

O líder parlamentar social-democrata, Hugo Soares, defendeu este sábado que o PSD deveria dizer já que vota contra o próximo Orçamento do Estado por ser "uma questão política essencial", discordando que o partido seja uma "muleta a quatro" do Governo.

À chegada para o segundo dia do 37.º Congresso Nacional do PSD, que decorre até domingo, em Lisboa, Hugo Soares foi questionado sobre o discurso de sexta-feira do presidente eleito, Rui Rio, tendo considerando que "não está ainda cabalmente esclarecida" a hipótese colocada pelo novo líder de viabilizar um governo minoritário do PS, cenário ao qual se opõe.

"Por discordar que o PSD possa ser uma espécie de muleta a quatro do atual modelo de governação disse que era importante que o PSD dissesse já que vota contra o próximo Orçamento do Estado porque esta é uma questão política essencial para sabermos como é que o PSD se vai colocar", adiantou aos jornalistas.

Hugo Soares assegurou, contudo, que este "não é nenhum desafio" a Rui Rio.

"Era só o que faltava. Quem sou eu para estar a condicionar as intervenções do doutor Rui Rio. Eu estou a dizer que eu defendo que o PSD deverá votar contra o próximo Orçamento do Estado por uma questão de estratégia política fundamental", garantiu.

Para o ainda líder da bancada parlamentar do PSD, este voto contra deve ser anunciado "independentemente do conteúdo".

"Pode-lhe parecer estranho, mas não é. O Orçamento do Estado é um documento político. Quem governou três anos apoiado no PCP e no BE só não governará no próximo ano se o PCP e o BE souberem que o PS tem o apoio do PSD", justificou.

Para Hugo Soares, "isso seria um favor" que o PSD estaria "a fazer ao BE e ao PCP", um "favorzão ao PS e a dar uma grande abébia ao CDS".

"Eu não creio que seja essa a estratégia do PSD, até porque naquilo que é fundamental do ponto de vista político, nós não concordamos mesmo com a orientação do PS", concluiu.

Hugo Soares não voltará a ser candidato nas eleições para a liderança da bancada parlamentar do PSD, marcadas para quinta-feira.

Até agora, o único candidato à sucessão de Hugo Soares é o deputado Fernando Negrão.

Mais Notícias