Alcançado acordo entre Rio e Santana para listas de unidade

Pedro Santana Lopes encabeçará, assim, uma lista de unidade ao Conselho Nacional

Os representantes do presidente eleito do PSD, Rui Rio, e do seu adversário nas diretas, Pedro Santana Lopes, chegaram esta madrugada a acordo para listas de unidade aos órgãos nacionais do partido, anunciou à Lusa Salvador Malheiro.

O antigo diretor de campanha do novo líder social-democrata disse à Lusa, pelas 04:00, que o entendimento foi feito "de acordo com o resultado eleitoral" - em que Santana Lopes obteve perto de 46% e Rio 54% - e abrange os vários órgãos nacionais, à exceção da Comissão Política Nacional, o órgão de direção do presidente eleito.

Pedro Santana Lopes encabeçará, assim, uma lista de unidade ao Conselho Nacional, como estava previsto.

Cerca da 01:00, a RTP avançou e a Lusa confirmou que o acordo entre as duas candidaturas estava em risco devido a uma insatisfação do lado de Pedro Santana Lopes quanto à forma de distribuição dos lugares na lista.

No final do primeiro dia de trabalhos, quer Rui Rio quer Santana Lopes desvalorizaram a falta de um eventual acordo, salientando que a unidade do partido estaria sempre garantida.

"Gostava [que houvesse lista conjunta], mas mais importante que o entendimento é que haja unidade, e essa está garantida: viu a entrada em conjunto, vai ver o discurso do dr. Santana Lopes amanhã [sábado]", disse Rui Rio, horas antes de o acordo final ser alcançado entre as duas partes.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG