Santana adverte Rui Rio que partido poderá perder moral para exigir debates a Costa

Ex-primeiro-ministro enviou carta ao antigo presidente da Câmara do Porto

O candidato à liderança do PSD Pedro Santana Lopes advertiu o seu adversário, Rui Rio, que o partido poderá não ter moral para exigir debates ao líder socialista daqui a um ano se não os fizer agora internamente.

"O que de nós for eleito Presidente do PPD/PSD terá de debater com António Costa daqui a cerca de um ano. Que moral se terá, nessa altura, para exigir debates, se agora não os fizermos?", pergunta Santana Lopes numa carta enviada a Rui Rio, a que a agência Lusa teve acesso.

No início da corrida interna para a liderança do PSD, o ex-primeiro-ministro tinha desafiado o antigo presidente da Câmara do Porto para a realização de debates a dois em todas as distritais sociais-democratas.

Rui Rio rejeitou o repto e Santana Lopes volta agora a insistir, sugerindo que ambas as candidaturas à liderança do PSD designem representantes "para poderem chegar a um entendimento, juntamente com os órgãos de comunicação social, sobre a realização de debates".

Rio tinha classificado como coerente a proposta de Santana, mas rejeitou-a pelo facto de a considerar "desfasada" do que entende dever ser esta campanha.

Mais Notícias