PSD pede comissão eventual de averiguação ao caso das crianças adotadas

PSD propôs criação de uma comissão eventual para averiguar o caso dos menores adotados por bispos e pastores da Igreja Universal do Reino de Deus

O PSD propôs esta sexta-feira a criação de uma comissão eventual ao caso dos menores adotados por bispos e pastores da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD). A proposta vem no seguimento de uma investigação da TVI que denunciou alegados procedimentos irregulares nos processos de adoção.

Dessa investigação nasceu uma petição à Assembleia da Republica. Das audições feitas no Parlamento a propósito desta petição resultou um relatório que aponta para "atos graves reveladores de uma atuação inaceitável por parte de instituições e entidades envolvidas" neste processo de adoção.

Além do mais, o PSD diz que chegaram ao conhecimento de deputados da Comissão de Assuntos Constitucionais informações que apontam para "procedimentos e práticas atuais" que revelam "a continuação de falhas no respeito de direitos fundamentais de crianças e progenitores".

O PSD propõe, nomeadamente, que a comissão de inquérito analise a avalie os procedimentos seguidos pela Segurança Social e pela Santa Casa da Misericórdia na adoção de crianças que se encontravam num lar da IURD.

O PSD também quer apurar se as alegadas falhas "persistem na atualidade".

Esta iniciativa do PSD foi revelada aos jornalistas pela deputada Teresa Morais.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG