PS quer discutir e votar eutanásia até julho

Socialistas apresentam até ao final de março a sua "iniciativa de legalização da eutanásia" e querem fechar este tema já nesta "sessão legislativa", confirmou Carlos César

O PS vai apresentar até ao final de março a sua "iniciativa de legalização da eutanásia" e quer fechar este tema já nesta "sessão legislativa", ou seja julho, confirmou esta quinta-feira aos jornalistas o líder parlamentar socialista, Carlos César, à saída da reunião da bancada do partido.

Carlos César rejeitou a ideia de que, por este tema não constar do programa eleitoral socialista, não possa ser motivo de uma proposta legislativa. "A sociedade tem as suas dinâmicas próprias", notou, acrescentando logo que o programa eleitoral "não esgota todas as matérias". "A nossa obrigação é de responder aos desafios", completou.

O líder parlamentar reconheceu que a posição dos socialistas evoluiu, depois de há cerca de um ano, ter afirmado que o PS não apresentaria nenhuma iniciativa em nome próprio. "Durante este ano e meio, houve um conjunto de iniciativas e diligências que permitiram criar um maior consenso para a admissibilidade" da eutanásia, justificou Carlos César.

Para já, faltam os detalhes da iniciativa. A bancada parlamentar constituiu um grupo de trabalho que, até ao final de março, apresentará a iniciativa legislativa. E aqui terá havido consenso entre os deputados. Depois se verá se há consenso com o texto final que o grupo parlamentar fechar. Por norma, o PS dá liberdade de voto nestas matérias.

Também o BE já apresentou a sua proposta que também quer ver discutida e votada até julho.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG