Proteção Civil aciona alerta laranja em oito distritos

A Proteção Civil vai colocar hoje em alerta laranja o dispositivo de operações de proteção e socorro em oito distritos de Portugal Continental, devido ao agravamento das condições meteorológicas para as próximas 24 horas.

Segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o alerta laranja (o terceiro mais grave de uma escala de quatro) vai estar acionado entre as 18:00 de hoje e as 20:00 de sábado, nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa e Setúbal.

Estes distritos estavam, desde as 08:00 de hoje em alerta amarelo (segundo de uma escala de quatro), mas, devido ao agravamento do estado do tempo, nomeadamente chuva e vento fortes, a ANPC decidiu elevar para o nível laranja.

A Proteção Civil adianta que o alerta amarelo vai ser acionado, durante o mesmo período, para os restantes distritos.

O comandante adjunto nacional de Operações de Socorro, Miguel Cruz, disse à agência Lusa que colocar o dispositivo de operações de proteção e socorro em alerta laranja significa "aumentar o estado de prontidão" de todos os agentes de proteção civil, como os Comandos Distritais de Operações e Socorro, corpos de bombeiros, GNR, PSP e proteção civil municipal.

Segundo Miguel Cruz, o dispositivo de proteção civil é reforçado e está em alerta para "garantir uma pronta resposta" em caso de qualquer ocorrência.

O comandante adjunto adiantou que o alerta laranja vai ser acionado em oito distritos, devido às previsões meteorológicas e aos cenários expectáveis, que podem pôr em perigo pessoas e bens.

Miguel Cruz disse ainda que acionar o alerta laranja para mau tempo "não é tão vulgar" em Portugal Continental, como para os incêndios florestais.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para sábado ocorrência de vento forte e muito forte, com rajadas que poderão ser superiores aos 120 quilómetros por hora, nas regiões do litoral e terras altas, sendo o período mais crítico na madrugada e manhã de sábado.

Segundo o IPMA, a chuva será persistente nas regiões do Norte e Centro, e a agitação marítima poderá atingir os sete metros no litoral oeste e os cinco metros na costa sul.

O IPMA vai colocar ainda 14 distritos portugueses em aviso vermelho, o mais grave numa escala de quatro, entre as 06:00 e as 12:00 de sábado, devido à previsão de ventos fortes.

Quanto à chuva, os distritos de Braga, Porto, Vila Real e Aveiro vão estar com aviso laranja a partir das 18:00 de hoje e até às 03:00 de sábado.

Face às previsões meteorológicas, a Proteção Civil alerta para o piso escorregadio e eventual formação de lençóis de água, a possibilidade de cheias rápidas em meio urbano e de inundações, danos em estruturas montadas ou suspensas, e possíveis acidentes na orla costeira, adianta a ANPC em comunicado.

Aconselha ainda a adoção de comportamentos adequados, nomeadamente a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais, a adoção de uma condução defensiva, não atravessar zonas inundadas, ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e, em zonas ribeirinhas mais vulneráveis a inundações rápidas, a não praticar atividades relacionadas com o mar.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG